terça-feira, 10 de junho de 2014

LUIZ QUIRINO DE FREITAS, O " SHOW MAN ".

Dentro de minhas limitações jornalísticas, ao lado do meu amigo/irmão Eduardo Ayupe, tive a honra de entrevistar Luiz Quirino de Freitas. Na oportunidade, destacamos sua participação no futebol como goleiro e árbitro, no voleibol como jogador e técnico, cantor, compositor, empresário, presidente de Escola de Samba...

Assista aos vídeos e curta esta entrevista imperdível.

Retificação: na entrevista, eu disse que o primeiro jogador a marcar um gol no Mineirão foi o Buião pelo Atlético Mineiro... Errei três vezes! O nome do jogador não é Buião. O correto é Buglê. O adversário foi o River Plate e não o siderúrgica. E, na oportunidade, ele estava defendendo a Seleção Mineira como relata o texto da Wikipédia: 
" O Mineirão foi inaugurado em 05 de setembro de 1965 com uma partida entre a Seleção Mineira e o River Plate da Argentina. Com um público de 73.201, as festividades tiveram direito a música, fogos e paraquedistas. Na partida inicial, o combinado estadual venceu por 1 a 0, com gol do jogador do Atlético, Buglê."

Em resumo: também não existe registro que o Operário Futebol Clube de São João Nepomuceno-MG fez o primeiro jogo da história do Mineirão. É fato que o time jogou lá, e que o Sebastião Matos marcou um gol...

Veja.




Mais registros:
                                                          Botafogo Futebol Clube

                                             Mangueira Futebol Clube - Voleibol


                                                              União de Roça Grande

 Obrigado ao amigo Luiz Quirino de Freitas pelo carinho com que nos atendeu.
 Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

3 comentários:

  1. Parabéns pela reportagem, muito boa, agora porque que as coisas não continuam sendo feitas como naqueles tempos, porque abandonou-se as tradições, os clubes, as ligas, enfim porque tudo tem que ser feito com outros interesses e ponto de vista.

    Cezar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez, obrigado Cezar por acessar o blog e deixar seu comentário. Lamentavelmente, dos tradicionais Botafogo, Operário e Mangueira, somente o Operário mantém seu futebol em atividade. Aliás, com um belo trabalho de Willian Lima, Getúlio Machado e seus colaboradores.

      Excluir
  2. Ele merece todas as homenagens, vi muitas vezes ele cantando na Esaca E NA eXP.

    ResponderExcluir