sábado, 4 de maio de 2013

ROBSON BARBOSA MAGALHÃES



Nosso entrevistado desta semana é Robson Magalhães. Robson foi um lateral/zagueiro de muita categoria. Foi um jogador muito técnico mas quando precisava “abria a caixa de ferramentas” e resolvia a parada. DETALHE: CLIC NAS FOTOS P/ AMPLIAR.
Nome:  Robson Barbosa de Magalhães. Nascido em São João Nepomuceno no dia 21 de dezembro de 1963. É casado com Sandra Soares de Magalhães e é pai do Deyverson, Dayse e Dayane.
NGB –   Qual sua primeira equipe e com que idade começou a jogar?  Robson  - Comecei no Botafogo com 12 anos.                                                                                                    
NGB –   Qual era sua posição?   Robson  - Lateral direito.
NGB –   Qual foi seu melhor técnico?  Robson  -  Anísio Estevão.
NGB  -  Um dirigente.  Robson  -    João Ranna.
NGB  -  A seleção de São João(1981) foi a melhor equipe em que atuou? Robson  -   Sim.
Na foto, abaixo, uma seleção de São João formada em 1981. Só tinha craque, a começar pelo goleiro Antônio Carlos BEZERRA.
                     
Em pé: Técnico Juarez Cardoso, Tulinha. Kilin, Robson, Roberto, Bezerra, Tarciso e um diretor. Agachados:. Zé Luís, Sebastião Carlos, Lió, +Tico do bandaia e Natinho.

NGB - Escale o melhor time de sua época. Robson - Bezerrinha, Roberto Isaías, EU, Kilin e Zuza. Tarcísio Pimenta, Carrada, Lió e Tico do Bandaia. Zé Luiz e Natinho.
NGB  -  Antes da partidas, qual atacante tirava o seu sono? Robson  - Beto ( Esporte Clube Biquense).
NGB –  Quantos gols marcou? Robson  - Nunca contei mas acredito que marquei uns 50.
NGB  - Com qual companheiro de defesa você mais se identificou? Robson  - Joguei com 3 excelentes zagueiros. Aílton, Kilin e Nabor.
NGB  -  Hoje foi meu dia! Qual partida você terminou com este sentimento?  Robson - Operário 2x1 Recreio. Nesta partida, além de jogar muito bem, ainda, marquei um gol de pênalti.
NGB  -  Como foi a experiência de treinar no júnior do Flamengo-RJ? Robson  - Ótima! Única pra quem almejava ser jogador profissional.
NGB –  Qual equipe deixou saudades? Robson – O juvenil do Operário (1976) comandado pelo saudoso Gílson Damas.
                     
Em pé: +Gilson Damas(técnico), Heraldo Gruppi, Aílton Magalhães, Eduardo Pimenta, +Aílton Paulino, Ziza, Juraci Martins(Jurinha), Getúlio Alves e Miguel.
Agachados: Róbson Magalhães, Sílvio Rigolon, Aílton Lopes, Itamar, Paulinho”toquinho”, Deuver e Marto”banguelinha”.


NGB - Chegou a treinar com as feras do Mengão? Robson  - Na oportunidade, fui aprovado numa “peneira” e de cara treinei com alguns profissionais como: Cantareli, Mozer, Andrade ...

 NGB - Tem arrependimento de não ter insistido ou foi sua a opção? Robson  - Arrependi. Por ser menor, na época, precisa autorização do meu pai, mas ele não autorizou. Ele não gostou do ambiente.                                                                              NGB –  Qual o melhor jogador de sua época? Pode ser um ou mais. Robson  - Márcio Carrada, era um líder em campo. E o Zé Luiz, melhor atacante com quem joguei.
NGB -  Em quais clubes atuou? Robson - Botafogo, Operário, Mangueira, Asa Branca, Descoberto, Rochedo, Prainha e Seleção de São João. 

                        

Em pé: +Odone Pavanelli, Deco, Daia, Geraldinho, Carlinhos, Zé Maurício, Zuza, Eduardo Pimenta, Torrada, Róbson Magalhães e +. Agachados: Josemar, Geraldo”bengo”, Tidi, “bagulho”, César Teixeira, Kadu, Candinho, Ren~e e +Jorge”bengo”. Detalhe: Um dos mascotes é o Cesinha.

NGB  -  Qual o melhor árbitro? Robson  -  Luiz Quirino de Freitas.
NGB -  Compare o futebol de hoje com o período em que jogou. Robson  -  Na minha época se jogava com garra e amor ao clube, e hoje não existe mais isso.
NGB -  Qual o melhor adversário que enfrentou fora de São João?  Robson  -  Aymorés de Ubá.
NGB –  E qual o adversário que sempre incomodou?  Robson  -   Tibério de Guarani.
                         

Em pé: Anísio Estevão(comissão técnica), +Franquilin, Valdemir, Róbson, Emilson, Aílton e +Alzimar(comissão técnica). Agachados: +Aloísio Caetano, Marto”banguelinha”, Piei, Kelé, Grillo e Luiz Fernando Zampa,”Zampinha” Obrigado ao meu amigo/irmão Robson Magalhães pela entrevista para nossa coluna.

Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

2 comentários:

  1. Mais uma entrevista que destaca que "naquela época" se nogava por amor e amizade... hoje são os altos salários que o futebol paga que falam mais alto. Fica o alerta para os que vão aos estádios pra brigar... enquanto você arrisca sua vida, algumas contas bancárias ficam gordas! Parabéns ao Robson e ao Nei.

    ResponderExcluir