sábado, 25 de fevereiro de 2012

OUTRA VEZ O VASCO – BOTAFOGO BICAMPEÃO 1968


Em pé: Moreira, Cao, Zé Carlos, Leônidas, Valtencir e Carlos Roberto.
Agachados: Rogério, Gérson, Roberto Miranda, Jair e Paulo César Lima "Caju"

Maracanã, 9 de junho de 1968. Vinte anos depois daquela partida no estádio de General Severiano, o Botafogo está novamente diante do Vasco para decisão do Campeonato Carioca.
A semana corre com uma guerra de nervos implacável, e os dois times, parecendo sentir a responsabilidade, entram em campo com um atraso de 15 minutos. Pela primeira vez, o Botafogo joga podendo empatar. Zagallo, a cautela personificada, quer que seu time jogue fechado para atrair o Vasco, que só será campeão se ganhar. Os jornais falam em revanche de 1948 e a partida começa nervosa. O Botafogo, porém, toca melhor a bola e seus jogadores parecem mais dispostos.
Aos 14 minutos, Jairzinho estica um passe sensacional para Roberto, que espera a saída de Pedro Paulo para fazer o primeiro gol. Aos 33 minutos, Paulo César avança pela esquerda e cruza rasteiro. A bola passa pela frente do gol e encontra Rogério, do outro lado. O ponteiro, rápido, chuta e marca o segundo gol.

No segundo tempo o Botafogo continua a dominar. Aos 17 minutos, Gérson deixa Jairzinho sozinho diante de Pedro Paulo, e o mais perigoso atacante alvinegro chta forte e rasteiro para colocar 3 a 0 no placar. Quatro minutos depois, Pedro Paulo, goleiro do Vasco, comete um sobre passo. Paulo César, obedecendo os dois lances, toca para Gérson, que por cobertura, encerra o escore. Os reservas, Afonsinho à frente, invadem o campo para comemorar o bicampeonato, mas são expulsos por Armando Marques. O time do Vasco, diante da superioridade do Botafogo, aceita a nova derrota em mais uma decisão.
Texto: Grandes Clubes Brasileiros – Rio Gráfica Editora S/A.

Com imagens do fantástico CANAL 100, assista a vitória do Botafogo sobre o Vasco da Gama pelo placar de 4x0. Campeonato Carioca de 1968.



Acreditando que o Vasco vencerá a Taça Guanabara e o Botafogo a Taça Rio, espero outra decisão, entre os dois, neste Carioca de 2012.

Até a próxima se Deus quiser!

0 comentários:

POSTAR UM COMENTÁRIO

Postar um comentário