quinta-feira, 27 de outubro de 2011

LUIZ MENDES: "MINHA GENTE !"

Foto: Mendes ao lado de sua esposa Deise Lúcid

Foi para o descanso eterno, aos 87 anos, o comentarista da palavra fácil, Luiz Mendes. Um dos fundadores da Rádio Globo do Rio de Janeiro, Mendes participou de 16 Copas do Mundo. No rádio esportivo foi um craque. Em mais de 70 anos de carreira, esteve nos mais importantes eventos esportivos do Brasil.

Ao lado do mineiro Geraldo Romualdo da Silva, transmitiu da Argentina estréia de Heleno de Freitas, a maior contratação do Boca Juniors. Aliás, foram os únicos jornalistas brasileiros na transmissão deste evento. O Boca venceu o Banfeld pelo placar de 3x0 e Heleno marcou 2 gols.

Narrou a derrota do Brasil na Copa do Mundo de 1950 no maracanã. Foi o único brasileiro a transmitir a final da Copa do Mundo de 1954. Pessoa simples, receptível e carismática, Luiz Mendes concedeu uma entrevista a nossa Rádio Difusora AM de São João Nepomuceno (com a enorme colaboração de Cynthia Cruz Pereira, uma das Diretoras de Programação da Rádio MEC do Rio de Janeiro) por ocasião das homenagens póstumas a Heleno de Freitas (50 anos de sua morte). Luiz Mendes com sua fala mansa e envolvente, de memória ampla e impressionante, parecendo um “computador ambulante” e uma simpatia sem fim, deu um show ao relatar passagens do “craque galã”.

Aumente o volume e ouça a entrevista de Luiz Mendes a Rádio Difusora de São João Nepomuceno. Momento histórico para nossa cidade Garbosa e também para mim e Fernando de Lélis.



Além da Rádio Globo, Luiz Mendes trabalhou também na Rádio Farroupilha,TV Rio, TV Globo, Rádio Continental, TV Educativa e TV Tupi e escreveu quatro livros sobre futebol: "As Táticas do Futebol Brasileiro - Da Pelada à Pelé (1963), "As Táticas do Futebol (Antigas e Atuais) (1979), "Futebol Regras e Táticas (1979) e "Sete (7) Mil Horas de Futebol" (1999)”.
Fonte: g1.globo.com

Também fui honrado pelo mais respeitado cronista esportivo do Brasil, com a gravação de uma vinheta/chamada para meus cometários esportivos. Ouça o link abaixo:



ESPETACULAR! O vídeo abaixo mostra uma entrevista concedida aos amigos Eduardo Ayupe, Marcelo “foguete” Mendonça, José Carlos Barroso e Renato Ferreira, no ano de 2000.
Luiz Mendes fala mais uma vez de Heleno de Freitas.



Com a ajuda de Marcos Eduardo Neves, consegui um autógrafo de Luiz Mendes quando de sua passagem por Barbacena, onde participou da “Semana da loucura”. Evento Cultural organizado pela Prefeitura daquela cidade.


É MUITO BOM TER AMIGOS, POIS, PRECISAMOS DELES.
TUDO ISSO QUE RELATEI E APRESENTEI, FOI COM A AJUDA DOS MEUS AMIGOS.
OBRIGADO CYNTHIA CRUZ PEREIRA, MARCOS EDUARDO NEVES, FERNANDO LIMA, EDUARDO AYUPE, MARCELO MENDONÇA, JOSÉ CARLOS BARROSO, RENATO FERREIRA E FERNANDO DE LÉLIS.

Já com muita saudade do Botafoguense, competente e amado cronista esportivo, LUIZ MENDES. Descanse em Paz e que Deus conforte seus familiares.

Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

3 comentários:

  1. Muito bom Nei.Vi algumas entrevista do Heleno.Adorei.Já preparei algumas fotos para a exposição da Coluna.Falta do Nica.Um abraço.Du.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Nei:

    A foto acima me fez recordar um dos momentos mais importantes e felizes de minha vida, quando fomos recebidos por Luiz Mendes e Deise Lucid, com um agradável coquetel onde rolou um papo importantissimo entre ele e Teixeira Haiser também radialista.
    Este dia Ney foi memoravel pois Luiz Mendes não só falou de Heleno de Freitas, mas também de nosso amigo Marco Aurelio Ayupe.
    Ele e Teixeira nos contaram muito também sobre as transmissoes esportivas de outrora, foi importantissimo para nosso conhecimento.
    A morte de Luiz Mendes nos deixou triste e agora revendo imagens e a voz desse grande comentarista esportivo nosso coração transborda saudade.
    De outro lado você tem feito um resgate historico sobre o futebol são-joanense dos mais ricos. Seus estudos e a parceria com o Eduardo Ayupe é fundamental para a cultura.
    Obrigado Ney por sua amizade e estamos esperando a sua confirmação para se juntar à Academia de Letras Artes e Ciencias para que essa rica historia não venha a ser sepultada.
    Você é importante no campo da historia do futebol e são-joanense.
    Abraços. Que Deus lhe abençõe.

    ResponderExcluir
  3. Amigo José Carlos!
    Muito grato pelas palavras de incentivo e carinho.
    Assim, sinto-me fortalecido para continuar este trabalho de resgate esportivo.
    Abraçõ forte.
    Nei Medina.

    ResponderExcluir