terça-feira, 9 de agosto de 2011

MENDONÇA O MENINO DO RIO.

Curiosamente, em 1975, comecei a torcer pelo Glorioso Botafogo de Futebol e Regatas. Justamente no início da carreira do Mendonça. Ele estreou no time principal do Botafogo em 13 de novembro de 1975. O jogo válido pelo campeonato brasileiro foi no Maracanã contra o Esporte Clube Corinthians Paulista. O Botafogo perdeu pelo placar de 3x2. Claudiomiro marcou os 2 gols do Fogão. Botafogo: Ubirajara Alcântara no gol, Miranda, Cedenir, Arthur e Waltencir. Carlos Roberto, Ademir Vicente (Mendonça) e Dirceu; Dílson, o argentino Fischer-El Lobo e Nilson Dias(Claudiomiro). ***Fonte: datafogo.blogspot.com
Mas, antes de estrear no time de profissionais, em 1973, Mendonça esteve aqui em São João Nepomuceno defendendo o time de juniores do Botafogo carioca. Na foto abaixo, “o menino do Rio” como era carinhosamente chamado pelo locutor Edson Mauro, está com cabelos grandes e destacado com uma seta.
Na oportunidade o placar foi 2 a 1 para o time carioca com Mendonça e Bruno(irmão do Ferretti) marcando para o Botafogo. Geraldo Domingos dos Santos, o Dem, de cabeça descontou para o time da casa.
Os dirigentes do Botafogo ficaram entusiasmados com o futebol e a velocidade do atacante Luís Antônio Soares, o totonho "maraca". Queriam levá-lo de qualquer jeito. Mas ele não foi. Meses depois, Julinho Louzada e o saudoso Aloísio Caetano foram para o Rio treinar no Botafogo. Como era de se esperar passaram foram aprovados, mas a aventura durou poucos meses, pois, os dois não se adaptaram e voltaram para "terrinha".
Na foto estão: de pé, da esquerda para direita +Odoni Pavanelli, +Netinho Soares, Claudinho Manzo, Carlinhos, +Zezé ”oncinha”, +Ademir da Lalá, um jogador do Botafogo, Anísio Estevão, Julinho Louzada, Dola, +Mauri “bililiu”, Nazareth, Totonho “maraca”, Nestor, +Aloísio “bundão” Caetano, Geraldo Domingos dos Santos, o Dem e João Batista “tirica”. +Renato Furtado está com a mão no ombro do Braz “canguru”. Neide Rodrigues Pereira, de bigode, é o árbitro da partida.
Agachados: Betinho, ñ identifiquei, Wanderlei Rodrigues, o Delei do Descoberto e +José Maria Antunes(massagista). CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR
Foto do arquivo pessoal do meu amigo Nazareth.

Um atleta de jogadas magistrais, dribles desconcertantes, finalizações perfeitas e com uma virtude sem igual: Botafogo de Coração. Nascido no dia 23 de maio de 1956 no Rio de Janeiro (RJ), é filho do ex-zagueiro do Bangu A.C., também conhecido como Mendonça que foi vice campeão carioca de 1951 e teve a perna quebrada numa dividida com Didi. Carioca do bairro de Bangu, Milton da Cunha Mendonça iniciou sua carreira no dente de leite do Bangu A.C. aos doze anos de idade, transferindo-se em seguida para o Botafogo de Futebol e Regatas, pelo qual sagrou-se campeão em 1973 do Torneio Mundial de Cadets em Croix na França. Jogou no profissional do Botafogo de 1975 a 1982. Pelo alvinegro carioca, marcou 118 gols em 342 partidas. Estava em campo na final do Torneio Início do Rio de Janeiro em 1977 vencido pelo Botafogo, o qual podemos considerar como o único título oficial conquistado no período em que esteve no alvinegro, pois atuou pelo clube no famoso jejum de títulos que durou 21 anos (de 1968 a 1989).
O gol mais marcante da carreira de Mendonça foi contra o Flamengo em 1981 quando o rubro-negro foi eliminado pelo Botafogo para a disputa das quartas de final do Campeonato Brasileiro . No lance que mais tarde foi apelidado de "Baila Comigo", Mendonça deu dois lindos e desconcertantes dribles em Junior, passando pelo mesmo e colocando a bola forte, a meia altura, sem chances para o goleiro Raul Plasmam. O gol mereceu uma PLACA no MARACANÃ, que posteriormente foi retirada, não se sabe o motivo... Fonte: wikipedia.org
OUÇA O GOLAÇO DE MENDONÇA, GOL BAILA COMIGO, NA VITÓRIA DE 3x1 SOBRE O FLAMENGO, NARRADO PELO ESPETACULAR E SAUDOSO JORGE CURI. “Anotem! Tempo e placar no maracaaaa! Na pontinha da agulha...”
É O GOL BAILA COMIGO
Clique no play e curta esta viagem!



Agora veja o vídeo. Uma pintura de gol. APARECERÁ UMA FOTO E EM SEGUIDA O LANCE ESPETACULAR DO "MENINO DO RIO"



Após a saída do Botafogo F.R. (RJ), foi atuar na Portuguesa de Desportos (SP) de 1983 a 1985, transferindo-se para a S.E. Palmeiras de 1985 a 1987. Pelo alviverde paulista marcou 19 gols em 106 partidas. Em 1986 estava em campo na decisão histórica quando o Palmeiras perdeu a final do Paulistão para a Internacional de Limeira. Posteriormente defendeu o Santos F.C. (SP), Al Saad (Catar), Grêmio (RS), Internacional de Limeira (SP), São Bento (SP), retornando em 1990 ao Bangu A.C..
Em 2008 Mendonça teve duas significativas homenagens, tendo a SUDERJ imortalizado seus pés na Calçada da Fama do Maracanã em 24 de fevereiro, e o Botafogo F.R. lançado em 12 de agosto a camisa retrô do craque.


Também tive a oportunidade de tirar uma foto com meu ídolo. Foi em 2009 nas comemorações póstumas a Heleno de Freitas.


Acesse: www.sjonline.com.br e leia a coluna de esportes NO GIRO DA BOLA com Nei Medina.

Até apróxima se Deus quiser!


2 comentários:

  1. César - Deodápolis MS.10 de agosto de 2011 10:25

    Parabéns Nei, Mendonça foi um dos maiores jogadores dos anos 80, época que só jogava em time grande quem realmente tinha futebol nos pés.

    ResponderExcluir
  2. Beleza César! Mendonça foi meu primeiro ídolo do futebol. Como você observou, antes de estrear no time principal ele jogou aqui em São João. O placar foi 2 a 1 para o time carioca com Mendonça e Bruno(irmão do Ferretti) marcando para o Botafogo. Geraldo Domingos dos santos, o Dem, descontou para o time da casa.
    Abração, muito obrigado por acessar o blog, volte sempre e fique com Deus!
    Nei Medina.

    ResponderExcluir