sábado, 13 de novembro de 2010

ÂNGELO RIGOLON - NO GIRO DA BOLA




Para quem não teve a oportunidade de ler o Jornal Voz de São João (edição do dia 13 de novembro), abaixo, estamos postando a entrevista, na integra, do ex-craque de futebol, o talentoso Ângelo Rigolon. Campeão da Zona da Mata Mineira,em 1978, defendo o Operário Futebol Clube, Anginho fala de momentos que marcaram sua vida.


CONVERSA DE BOLEIRO

Nome: Ângelo Augusto Rigolon
Apelido: Anginho
Casado com Maria Castro Freitas com quem tem dois filhos: Isaque e Gabriela(13 e 7 anos). Além do Moisés (19 anos) do primeiro casamento.
Filiação: Augusto Ângelo Rigolon e Leontina Alves de Castro
Local e data de nascimento: São João Nepomuceno, 14 de abril de 1949.

NGB – Começou a jogar em qual time e com que idade?
Anginho – No infantil do Botafogo, com 7 anos, sob o comando do já saudoso Netinho Soares. Detalhe: descalço, pois não tinha chuteiras.
NGB – Qual era sua posição?
Anginho – Atuava em todas. Eu queria era jogar. Mas fiz mais sucesso pela meia-direita
NGB – Qual foi seu melhor técnico?
Anginho – Tive bons treinadores, mas o Netinho Soares deixou saudades.
NGB – Havia treino durante a semana?
Anginho - Terça e quinta, também aos domingos quando não tinha jogo.
NGB – Qual seu melhor dirigente?
Anginho – Odoni Pavanelli, Hildefonso e José Carlos Santiago.
NGB – Qual o melhor jogador de sua época? Pode ser um ou mais.
Anginho - Zé Tumbuta, Louro, Duda e Zim Caeira .
NGB - Em quais clubes atuou?
Anginho - Mangueira, Botafogo, Operário, Manufatora de Cataguases ...
NGB - Quantos títulos conquistou?
Anginho - 10 a 12 títulos.
NGB – Campeão da Zona da Mata em 1978 foi o mais importante?
Anginho - Sim, marcou muito. Na na decisão, contra o Leopoldina de Bicas, marquei um gol que vou lembrar pro resto da minha vida. Também, dei o passe para o Weber marcar o outro.
NGB - Qual o melhor árbitro de sua época?
Anginho - Silveirinha.
NGB - Compare o futebol de hoje com o período em que jogou.
Anginho - Hoje o futebol é mais força física. Na minha época os mais talentosos se destacavam.
NGB - Como era a relação dos torcedores com os atletas?
Anginho - Ótima, mas cobravam muito. Eles acompanhavam até os treinamentos
NGB - Qual o melhor adversário que enfrentou fora de São João?
Anginho - Ribeiro Junqueira de Leopoldina. No campeonato da Zona da Mata 78, vencemos por 1 a 0 gol do Samaroni.
NGB – E qual o adversário que sempre incomodou?
Anginho - XV de Novembro de Rio Novo, mas os campos, ainda, eram os piores adversários.

*** NGB – No Giro da Bola.




Time do Operário, campeão da Zona da Mata Mineira em 1978.
De pé: Ademir(da lalá), Deco(casarão), Boti, Lema, Maurício"blunel" e Wellington Itaboray.
Agachados: Anginho, José Carlos"orelhinha", Weber, Zinho"caeira" e César.

3 comentários:

  1. Caro Nei,foi muito bom ler esta entrevista com o amigo Anginho,que foi uma das grandes figuras do futebol sãojoanense.Parabéns.Forte abraço.

    ResponderExcluir
  2. A Rádio Cultura de Santos Dumont-MG, "a terra do PAI DA AVIAÇÃO", cidade de 50 mil habitantes, na Zona da Mata Mineira, região de Juiz de Fora, fundada em 17 de agosto de 1948 passou a ser administrada, em 01/01/2010, pela Sociedade Mineira de Comunicação.

    Direção: Sérgio Rodrigues, João Begatti e Carlos Ferreira.

    Alcance: A emissora, que está passando por ajustes técnicos, é sintonizada nas cidades de:

    Antonio Carlos, Aracitaba, Bias Fortes, Coronel Pacheco, Ewbank da Cãmara, Goianá, Mercês, Oliveira Fortes, Paiva, Piau, Rio Novo, Tabuleiro e na zona norte e bairros altos de Juiz de Fora.

    Com os ajustes técnicos o sinal vai ser captado em:

    Chácara, Barbacena, Bicas, Guarará, Lima Duarte, Maripá de Minas, Santa Rita do Ibitipoca, Pedro Teixeira, Rio Pomba e São João Nepomuceno.

    www.radioculturasd.com.br
    twitter.com/radioculturasd

    CULTURA ACONTECE:
    De segunda/sábado, de 08 às 10, com Jorge de Castro e participações de Sérgio Rodrigues, Carlos Ferreira e João Begati.

    Leia aqui:
    www.carlosferreirajf.blogspot.com

    ResponderExcluir