domingo, 19 de junho de 2016

COPA TV ALTEROSA-2016 – ESPORTE CLUBE ROCHEDO CAMPEÃO



Pela tradição no futebol da Zona da Mata Mineira, foi uma decisão digna de São João Nepomuceno e Rochedo de Minas.
Na partida de ida realizada em São João, vitória dos anfitriões pelo placar de 1x0, gol do lateral Cassinho( eleito o craque da competição). O excelente público que compareceu ao Estádio Heleno de Freitas, cmpo do Mangueira, assistiu a um primeiro tempo abaixo da expectativa. Mas, a segunda etapa foi muito movimentada.
O jogo final aconteceu na cidade de Rochedo. Como em São João, o torcedor compareceu em massa e fez uma festa maravilhosa. No tempo normal, Rochedo 4x3 São João. Nas cobranças de pênaltis, Rochedo 6x5 São João.
Confira nos vídeos abaixo, com Rochedo jogando de vermelho e São João de azul, no primeiro vídeo, várias oportunidades de gols para ambas as equipes. No segundo vídeo, os gols da partida. E no último vídeo as cobranças de pênaltis.   Vale conferir!!

 
 
 
 
 
 
Com boa arbitragem de Leonardo de Castro auxiliado por Valdenir Batista Leite e Wágner Zanovelli, Rochedo jogou e foi campeão com Bahia no gol; Jandir, Davi, Douglas(Thiago do Valle) e Gustavo; Thiago(Claudinei), Leandro Ferreira, Diney(Matheus) e Vitinho; Cleiton e Fred(Maicon). Técnico: Laerte Medina.
São João foi a campo com Bernardes; Cassinho, Diego Papito, Noel e Canela; Romário, Carlos Heleno(Max), Michel Gielo e Tarcísio(Iago); Ramon(Michel Bagulho) e Romero(Pelé). Técnico: Marco Aurélio Ayupe.

MAIS REGISTROS:

 Wáner Zanovelli, Francisco Neves(4ºárbitro), Leonardo Castro e Azor Marun(delegado do jogo)

 Esporte Clube Rochedo

 Tarcísio

 Thiago

 Pelé

 Michel e Leandro. Ao fundo, Romário e Cleiton


Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Guarani é o campeão da Copa Máster 2016.



Organizado pela Liga de Futebol de São João Nepomuceno, o campeonato que levou o nome de José Jorge Ayupe Tamioso, Zeca do Lalúcio, transcorreu em alto nível técnico e disciplinar. Centenário e Guarani chegaram com méritos a grande final. Em Guarani, no jogo de ida, empate em 2x2. O jogo foi equilibrado com o Guarani dominando a primeira etapa e o Centenário se destacando no segundo tempo. Os anfitriões marcaram duas vezes com Alírio Jr. e Tizil, deixando de construir um placar mais elástico. Ainda na primeira etapa, Vágner descontou para o Centenário em cobrança de penalidade máxima. No segundo tempo, novamente Vágner, artilheiro da competição, empatou para o tricolor do bairro Centenário. Final: Guarani 2x2 Centenário.
O JOGO: No domingo(29.05), Centenário e Guarani voltaram a se enfrentar, desta vez, no Estádio Carlos Stibler, campo do Operário, para o último e derradeiro confronto. Uma vitória simples dava o título para a equipe vencedora. O empate, levaria a decisão para os pênaltis. Utilizando-se do mando de campo, o Centenário iniciou o jogo com uma equipe bastante ofensiva. O meia atacante “Porquinho” começou na ala esquerda, com Tatá no meio, além de Cléber Binha e Vágner no ataque. O esquema surtiu efeito, visto que, na primeira, etapa só deu Centenário. Destaque para Cássio Bililiu que finalizou quatro vezes de fora da área. Em uma delas, fez o gol mais bonito da competição. Como se diz na gíria do futebol, Cássio soltou um “ pombo sem asas “ da entrada da área. A bola entrou no ângulo direito de Manoel que voou mais não conseguiu alcançá-la. Centenário 1x0.
      Veio a segunda etapa e parecia que o Centenário conquistaria o título no tempo normal. Mas, aos 15 minutos, Joãozinho, técnico do Guarani, promoveu as entradas de Alcir e Wesley”tanque”. Na primeira bola que Alcir pegou, o atacante penetrou pela esquerda e chutou cruzado. Carlos fez a defesa parcial e, no rebote, o mesmo Alcir cruzou para Wesley empatar. Para piorar, aos 21 minutos, o zagueiro Binha foi expulso após falta; como já tinha sido advertido com amarelo... Aos 23, Pingoto lança Wesley que penetra na área, tira o zagueiro“Leitão” da jogada e ao tentar driblar o goleiro é derrubado. Na minha visão, Pênalti. O árbitro entendeu que o goleiro foi na bola e não marcou. No meu blog(neimedina.blogspot.com) tem as imagens. Assista e tire sua conclusão. Com o empate a decisão foi para os pênaltis. Na primeira série Vágner, Tatá, Edmar e Porquinho converteram para o Centenário. Leitão perdeu. No Guarani, João Júnior, Pingoto, Alcir e Edinho assinalaram. Wesley perdeu. Na série alternada, Demétrius marcou para o Guarani e Emiliano bateu para fora. Guarani campeão da Copa Máster 2016.
ASSISTA
 
 
FICHA TÉCNICA: Com arbitragem de Márcio Luís Barbosa, auxiliado por Djalma Feliciano Rosa e Ricardo Santos, o Centenário jogou com Carlos no gol; Alex, Binha, Leitão e Porquinho; Emiliano, Edmar, Tatá e Cássio(Sandro); Vágner e Cléber Binha(Sorriso). Técnico: Gibi.
O Guarani, do técnico Joãozinho, jogou com Manoel; Reinaldo, Tizil, Demétrius e Pituca(Leandro Salino)(Erivelton); Willian(Michel), João Júnior, Edinho e Pingoto; Alírio Jr.(Alcir) e Rocha(Wesley”tanque”).
Parabéns ao presidente e vice presidente da  Liga de Futebol de São João Nepomuceno, Ronílson e Fernando, também a todas as equipes participantes e, em especial, ao Guarani , o Azulão da vizinha Guarani, campeão da Copa Máster 2016, troféu José Jorge Ayupe Tamioso, o Zeca do Lalúcio.
MAIS REGISTROS: 
 Ricardo Santos, Márcio Luís Barbosa e Djalma Feliciano Rosa.

 Centenário

 Guarani

 Cássio"Bililiu" autor do golaço do Centenário

 Wesley"Tanque" autor do gol do Guarani

 Vágner artilheiro da competição.

 Manoel, goleiro do Guarani e menos vazado.

Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!

domingo, 22 de maio de 2016

FINAL COPA MÁSTER – JOSÉ JORGE AYUPE TAMIOSO - CENTENÁRIO CONSEGUE EMPATE NO JOGO DE IDA.



Neste domingo(22), jogando em seu estádio, o Guarani recebeu a boa equipe do Centenário no primeiro jogo da grande decisão da Copa Máster. O público que compareceu assistiu a uma boa partida de futebol que terminou com o placar de 2x2.
O JOGO
No vídeo abaixo, você observará que o Guarani aproveitou o fator campo e partiu pra cima do Centenário. Logo aos 8 minutos, Edinho( ex Vasco ) tabelou com Pingolo que encontrou Alírio livre na pequena área. O artilheiro só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol. Guarani 1x0.
Aos 14, Carlos faz ótima defesa quando Edinho tinha tudo para ampliar. Mas, aos 17, após cobrança de falta, Tizil entrou por traz da zaga tricolor e aumentou. Guarani 2x0.
Neste momento, parecia que “a vaca estava indo para o brejo com bezerro e tudo”. E para piorar, Eduardo”ituí” saiu contundido, mas Sandro entrou e “deu conta do recado.” A reação começou aos 29 minutos, quando Cássio”bililiu” deu ótimo passe para Vágner. O artilheiro chutou da entrada da área, mas, a bola saiu a direita de Manoel. Aos 39, o árbitro assinalou pênalti a favor do Centenário, após toque do zagueiro do Guarani. Vágner bateu com categoria e diminuiu. 
Aos 43, um lance polêmico. Wilian lançou Rocha em velocidade que foi aterrado por Sandro na entrada da área. O juiz marcou falta a favor do Guarani e quando se preparava para dar cartão vermelho para o defensor do Centenário(que era o último homem, sendo que e o atacante estava em direção ao gol), olhou para o auxiliar que ficou parado no meio campo. O juiz confirmou impedimento marcado pelo auxiliar. O meu registro de imagem não está no melhor ângulo para tirar qualquer conclusão.
Veio a segunda etapa e mais um lance polêmico. Depois da cobrança de escanteio, Cléber Binha disputou jogada com o zagueiro Demétrius e os dois foram ao chão(assista ao vídeo e tire sua conclusão). Mas, no lance seguinte, o goleador Vágner aproveitou uma bola rebatida de sua zaga, ganhou na velocidade de Tizil, e, ante a saída do goleiro Manoel, tocou no cantinho para empatar. Guarani 2x2 Centenário. 
Depois do gol de empate brilhou a estrela do goleiro Carlos que fez boas defesas. Primeiro no chute de fora da área de Da Silva(ex Vasco e Flamengo). Carlos fez a defesa parcial depois pulou nos pés de Edinho para finalizar o lance. Em seguida, pegou firme a bola na cobrança de falta de Pingolo. O Centenário deu a resposta com Cléber Binha chutando de fora da área para boa defesa de Manoel. E  “no apagar das luzes”, Alcir, que entrara no lugar de Alírio, cabeceou a esquerda de Carlos. Final: Guarani 2x2 Centenário.
ASSISTA O VÍDEO.
 
Com presença de um excelente público, a partida foi comandada por Márcio Dias, auxiliado por José Bartolomeu e José Marcio Silva. Guarani jogou com Manoel no gol; Erivelton, Tizil, Demétrius e Marron(Reinaldo); Da Silva, Wilian(Willian Ladeira), Edinho e Pingolo; Alírio(Alcir) e Rocha(Estropa). Técnico: Joãzinho.
Centenário: Carlos; Alex, Binha(Dé), Leitão e Fábio; Eduardo”ituí”(Sandro), Edmar, Cássio”bililiu”(Ituí) e Porquinho; Vágner(Sorriso) e Cléber Binha. Técnico: Gibi.
O jogo de volta será em São João no próximo final de semana. O campo de jogo ainda não foi definido.
MAIS REGISTROS:

                                                    Edinho, ex Vasco, fez uma boa partida.

                               Da Silva(exVasco e Flamengo) travou bom duelo com Cássio.
                                                 Alírio, autor do primeiro gol do Guarani
                                                                Tizil, fez o segundo.
                                     José Bartolomeu, Márcio Dias e José Márcio da Silva

Vágner marcou os dois gols do Centenário. 

 Abraço a todos e até a próxima se Deus quiser!